Sunday, May 3, 2015

Quadrinista que trabalhou com Stan Lee fala sobre artes visuais em MG



Rodney Buchemi Quadrinhos Juiz de Fora (Foto: Renata de Oliveira Caetano/Arquivo pessoal)

  •  
Buchemi participou de encontro em Juiz de Fora
(Foto: Renata Oliveira Caetano/Arquivo pessoal)

Encontro de Histórias em Quadrinhos reuniu talentos em Juiz de Fora.
Rodney Buchemi já fez trabalhos para Marvel Comics e DC Comics.

Nathalie GuimarãesDo G1 Zona da Mata
Comente agora

Termina na manhã deste sábado (22) o 1º Encontro de Histórias em Quadrinhos (HQs), que está sendo realizado no Colégio João XXIII, em Juiz de Fora. Ao longo da semana, o evento abordou produção de HQs no Brasil e no exterior, processo criativo e mangás e cultura japonesa, além de expor galeria com personagens famosos dos quadrinhos e trabalhos de sete quadrinistas convidados. Entre eles, está Rodney Buchemi, que trabalhou por três anos junto às editoras Marvel Comics e DC Comics, tendo inclusive trabalhado em uma edição comemorativa de Hulk, com roteiro de Stan Lee. Na tarde desta sexta-feira (21) ele falou sobre os recursos narrativos nas artes visuais.
Sobre a "parceria" com Stan Lee, ele disse que, quando o agente o informou sobre as dez páginas da edição 600 de Hulk com o roteirista, o telefone ficou mudo. “Não acreditei no que ele disse”, reforçou. Atuando como quadrinista profissional há 20 anos e fã da Marvel, o primeiro trabalho do quadrinista junto à editora foi com Thor e, posteriormente, por um ano, com Hércules. Os dois personagens são os que ele mais gostou de ter trabalhado. “Eles são mais humanos do que deuses. Desenhei tanto a origem de Hércules quanto a morte dele”, recordou.


Para os interessados em trilhar pelo mesmo caminho, Buchemi disse que dedicação e saber ouvir críticas são fundamentais. “É importante estudar e ter uma graduação, não ter preguiça, saber usar as referências, mas principalmente saber ouvir as críticas e não parar de desenhar. Tem que desenhar até o que não gosta”, comentou.
Mas Buchemi também já trabalhou com X-Men, Capitão América, Batman, Superman e Superboy, seu último trabalho em dezembro de 2013, e outros. Entre os personagens que ele gostaria de trabalhar, está Conan, o Bárbaro. “Fui alfabetizado lendo Conan. Seria realizar um sonho de infância”, destacou. Atualmente, ele tem realizado trabalhos junto a uma editora de São Francisco, nos Estados Unidos.
Incentivo à produção e pesquisa em quadrinhos
Segundo a professora de Artes Renata de Oliveira Caetano, o objetivo do evento é promover a interação entre os interessados pelo assunto e possibilitar que eles tenham contato com profissionais renomados na área. O evento é aberto ao público. “Desde 2012, há no colégio um Núcleo de Quadrinhos, apelidado de 'Corujito', onde os alunos que tem interesse pelo assunto podem se aprofundar um pouco mais. Assim começamos a pensar um evento que fizesse essa ponte”, explicou.
Ao abordar temas que vão das imagens ao conteúdo, o evento contribui para o aprendizado dos alunos. “As histórias em quadrinhos ajudam a estimular as linguagens oral e escrita, auxiliam na capacidade de observação, sendo que muitos quadrinhos tratam de questões importantes e possibilitam a reflexão sobre alguns assuntos. Além disso, incentivam criações artísticas e literárias de crianças e adolescentes”, destacou.
Segundo a professora, a proposta é que o encontro seja realizado anualmente para fortalecer a produção e pesquisa sobre HQs em Juiz de Fora. “Tem sido excelente e proporcionou uma oportunidade de aprendizado e troca de experiências sobre um conhecimento mais específico e que ainda conta com poucos eventos na cidade”, comentou.

No comments: