Friday, June 6, 2014

Aprenda a desenhar Super-Heróis 



Aprenda a desenhar Super-Heróis Adventures – Editora Criativo
A evolução dos quadrinhos e dos desenhos animados levou a um curioso padrão estético atual que tem laços com os comics da Era de Ouro dos Quadrinhos, com os desenhos animados do Super-Homem feitos no princípio dos anos 1940, passando por clássicos de Hanna-Barbera, pelas séries de desenhos para TV de décadas mais recentes, e chegando ao que é chamado, criativamente, de animated dark comics e dark deco.




A definição estética do estilo foi determinada pela série de TV Batman (The Animated Series), de Paul Dini e Bruce Timm, de 1994, por sua vez inspirada nos filmes de cinema do Batman realizados por Tim Burton e nos quadrinhos que revitalizaram o herói, mostrando-o com um viés gótico, em ambientes sombrios e em histórias de quase terror.

Chegamos então, nos quadrinhos, ao estilo adventures, em que as proporções são alteradas para realçar e até exagerar os aspectos heróicos ou sensuais das figuras e os detalhes desnecessários são eliminados, para que seja feita uma leitura rápida e direta do desenho; os traços são limpos e simplificados, e se obtém um padrão de arte adequado para expressar “super-heróis em quadrinhos”, havendo uma valorização das características físicas e estéticas dos personagens habituais dessas histórias executadas na arte sequencial.

A competência e versatilidade já lendárias de Arthur Garcia o levaram a concluir mais um volume de ensino da arte, com este Aprenda a Desenhar Super-Heróis Adventures. O mestre, depois de seus cursos de mangá e de um volume inteiro sobre linha clara, dá continuidade a sua obra consagrada à arte-educação, ensinando os princípios do estilo adventures — dos esboços às artes-finais —, com a mesma didática eficiente e objetiva que caracteriza todos os seus livros.
* * *
APRENDA A DESENHAR SUPER-HERÓIS ADVENTURES
Editora Criativo

Autor: Arthur Garcia

ISBN: 978-85-64249-77-6
R$: 24,90
Formato: 17 x 24 cm, lombada quadrada
96 páginas
ARTHUR GARCIA
Seu traço inaugurou a série Street Fighter, da Escala, também está em Changeman e Maskman, da Abril, eem Blue Fighter, da Trama. Fez Pulsar (Escala) e Piratininga (Vidente). No começo dos anos 1990, morou três anos na Europa, época em que publicou Os Cruzadinhos e Jeroen et Klass no jornal belga Gazette Van Machellen, e levou o prêmio O Mosquito, em Portugal, como Melhor Desenhista; de volta ao Brasil, ilustrou livros didáticos e venceu o troféu Angelo Agostini duas vezes: em 1994, como roteirista, e no ano seguinte, como desenhista.

Fonte:
http://comix.com.br/blog/?p=14879

No comments: