Thursday, November 28, 2013


Casa da Cultura recebe o quadrinista Carlos Magno


Quadrinista mostra originais da nova série de O Planeta dos Macacos Foto: JosianyOhde/PMQB
Alunos do Núcleo de Histórias em Quadrinhos tiveram contato com o desenhista e conheceram o dia a dia da profissão
Os alunos do Curso de História em Quadrinhos da Casa da Cultura de Quatro Barras receberam uma visita inusitada nesta terça-feira (23): à convite da Gibiteca o quadrinista e desenhista Carlos Magno veio conversar com o grupo, falar sobre a profissão e o mercado das histórias em quadrinhos.
“É uma conversa informal para falar da experiência, como funciona esta indústria e principalmente explicar que não existe uma fórmula de sucesso. O mercado ainda é limitado no Brasil, é difícil, mas com força de vontade pode acontecer”, disse Magno.
O quadrinista mostrou trabalhos recentes como os originais da nova série do Planeta dos Macacos, um dos campeões de venda nos Estados Unidos, que teve seis edições esgotadas antes mesmo de sair nas bancas. Mostrou outros trabalhos que consagraram sua carreira e contou sobre a participação recente na New York ComicCon (uma feira realizada em Nova Iorque, que reuniu 3 milhões de pessoas, entre gênios dos cartoons e histórias em quadrinhos).



Magno já trabalhou para diversas editoras norte-americanas de quadrinhos, como DC Comics, Marvel, Boom, Avatar, Moonstone e IDW, desenhando temas como a Liga da Justiça, Hulk, Fantasma, Transformers, Planeta dos Macacos, entre diversos outros personagens.
Segundo ele,
"o mercado de quadrinhos no Brasil ainda tem pouco incentivo, o que explica o fato de cerca de 80% dos profissionais conceituados na atividade trabalharem no mercado internacional. “Nossa cultura é mais para consumir, do que para produzir. Mas acho importante este incentivo aos jovens, que partem com um novo olhar para o mercado de quadrinhos”, contou.

O professor do Curso de HQs da Casa da Cultura, Enéas Ribeiro Correa, conta que o convite à Carlos Magno, além do grande nível técnico, se deu pela experiência no mercado internacional. “Queríamos mostrar este mercado externo aos alunos e também incentivar a visitação na Gibicon nº 1 (Convenção Internacional de Quadrinhos de Curitiba), que começa hoje e segue até domingo. Este contato permite conhecer o mercado profissional e pessoas que trabalham nesse meio. Receber a visita de Carlos Magno foi um presente”, comentou.

Fonte:

No comments: