Friday, August 16, 2013

Kally Ly e Audrey Chuang realizam sonho
dos quadrinhos com 'Unicamp a Lápis'

18/10/2012 - 14:10


Kally Chein Sheng Ly

Unicamp a lápis. O projeto que causou curiosidade na cerimônia de apresentação dos selecionados na segunda edição do Projeto Aluno-Artista, em 2011, foi entregue em forma de livro em quadrinhos na cerimônia da terceira edição, quarta-feira (17), no Conselho Universitário da Unicamp. “Quis apresentar o livro completo, que reúne os quatro volumes publicados, para mostrar em que se constituiu a bolsa que nos foi concedida para o projeto, pois na cerimônia, em 2011, nos perguntaram o que seria o Unicamp a Lápis”, diz Kally, estudante de física e autora da obra em parceria com Audrey Phei Chi Chuang, aluna do curso de arquitetura e urbanismo.
Há cinco anos, quando voltou da China, para onde se mudou ainda na infância, Kally Chein Sheng Ly não tinha domínio da língua portuguesa, o que dificultava o relacionamento com outros jovens de sua idade. Deliciava-se então de uma de suas paixões: o desenho. Em 2011, com a aprovação no vestibular, realizou o sonho de cursar física na Unicamp. Não imaginava, porém, que em menos de dois anos na academia pudesse realizar outro o sonho: o de produzir um livro em quadrinhos. Atenta às oportunidades do Serviço de Apoio ao Estudante, descobriu que poderia se candidatar à bolsa de aluno-artista, a partir da qual alunos selecionados recebem uma verba para desenvolver um projeto em qualquer campo da arte. Com a parceria da amiga Audrey, idealizou o livro.

Ao trabalhar textos e imagens com humor, as autoras descortinam os bastidores de histórias reais observadas e ouvidas de alunos, professores e funcionários, atribuindo a elas uma ficção. Ao mesmo tempo, elas refletem sobre o que é público a todas as pessoas que frequentam ou já frequentaram a Universidade. A proposta é apresentar a graduação aos próprios graduandos para promover o diálogo entre calouros e veteranos. “Ao coletar histórias de veteranos, penso que posso ajudar o calouro a perceber o que ele encontrará na Universidade na qual está ingressando. Ele pode ter uma percepção melhor sobre como lidar com a academia, como dosar a diversão, obter desenvolvimento profissional, entre outras coisas”, acrescenta Kally.
Mas a satisfação, para Kally, virá se o conteúdo puder divertir o leitor, ajudando em momentos delicados da vida acadêmica, como um desempenho indesejável em alguma prova. “Se conseguir fazer as pessoas felizes já terei cumprido meu objetivo”, reforça.
A estudante sempre gostou de desenhar. “É algo que só precisa de papel, lápis e não incomoda ninguém.” Ela viu na bolsa uma oportunidade de fazer o que mais queria (produzir um livro) e retribuir a acolhida da Universidade. Os volumes estão disponíveis nas bibliotecas da Universidade. A edição final, com tiragem de 60 exemplares, está sendo doada a várias pessoas da Universidade, entre elas a equipe do SAE da Unicamp que participou da produção do livro.
Mais sobre o Projeto Aluno-Artista.  
Fonte:

No comments: