Tuesday, July 16, 2013

Técnica japonesa atrai crianças, adolescentes e até adultos

Sesc Catanduva Prepara Oficinas para Jovens Aprenderem Mangá


publicado em 09/07/2013 às 10:30
  • Compartilhe:
SESC CATANDUVA traz oficinas para produzir Mangá
SESC CATANDUVA traz oficinas para produzir Mangá
A partir de hoje, o Sesc Catanduva apresenta o projeto “Mangá Jovem”, com apresentações, exposições e oficinas voltadas para a modalidade artística japonesa milenar para todas as idades. As oficinas seguem até o dia 1º de agosto na unidade do Sesc.
CONHEÇA A ARTE
Mangá é uma arte japonesa conhecida como Shounen (garoto) Mangá, atualmente é um gênero em quadrinhos lido por crianças, adolescentes e até adultos.
O termo “mangá” é usado para designar qualquer história em quadrinho no Japão. Seu primeiro registro consta no século VIII d.C., quando japoneses traduziram uma história chinesa.
Naquela época surgiu o “emakimono”, como era denominado um rolo de papel de arroz com desenhos e textos. O leitor desenrolava o papel e acompanhava a história através dos desenhos. O estilo japonês de produção dos antigos mangás, surgiu no século XII.
As características que há no mangá nos dias de hoje surgiu no começo do século XX, quando revistas ocidentais passaram a circular no Japão. As novas técnicas foram criadas pelo mangaká (desenhista de mangás) Osamu Tezuka.
No Brasil, o mangá começou a ter visibilidade no começo da década de 1960, quando os descendentes Minami Keizi e Claudio Seto passaram a adotar as técnicas de desenhos e narrativas do estilo japonês para a editora fundada por Keizi. O estilo passou a ficar popular no país nos anos de 1990.
PROGRAMAÇÃO

O “Mangá Jovem” acontece na Sala de Internet no Sesc. A classificação é livre, porém as oficinas são recomendadas para jovens maiores de 12 anos. As oficinas terão mediação de Fernando Huega, que ensinará técnicas para desenvolver o estilo artístico e inclusive montar textos e histórias de todos os gêneros.
A abertura acontecerá hoje com uma apresentação de Taikô, às 10h30. O grupo Hatsumi Taikô se apresentarão no Quiosque. A entrada é gratuita.
Taikô significa ‘tambor’ em japonês, que é um instrumento que expressa sentimentos a quem ouve, seja de alegria, ira, tristeza, prazer, proporcionando a sensação de deslocar os nossos espíritos até os nossos antepassados.
O nome do grupo, Hatsumi, significa ‘Primeira Beleza’, foi fundado em São José do Rio Preto em 18 de junho de 2005. O grupo tem o objetivo de propagar e preservar a cultura japonesa, através de apresentações na cidade e na região. O grupo é formado por crianças, adolescentes e adultos, levando o som dos tambores até o coração de quem assiste, unindo-os na mesma batida.
OFICINAS ABERTAS
Hoje, às 10h30, começa a oficina aberta de “Mangá”, o evento é gratuito e acontece no Ginásio de eventos. Sob a orientação de Fernando Huega, os interessados aprenderão a criar o seu próprio personagem com características de um desenho mangá. A oficina é recomendada para maiores de 8 anos.
E do dia 10 a 31 de julho, acontece a “Amostra Mangá”, uma exposição com a exibição dos melhores desenhos em estilo mangá. A exposição estará aberta de terça a domingo, das 15 às 16 horas.
OFICINAS
A partir do dia 10, acontece a oficina “Roteiro e Concepção de Histórias”, até o dia 12 de julho, às 19 horas.
Na oficina o aluno aprenderá a criar, passo a passo suas próprias histórias e ainda desenvolver roteiro de todos os gêneros. A oficina abordará desde técnicas para a concepção de heróis até bate-papos com foco em estimular a autocrítica dos participantes.
No próximo sábado e domingo, dias 13 e 14, acontece a “Teoria da Criação”, às 14 horas. Nela, o aluno aprende que cada gênero, seja ação, terror, aventura, ou comédia, os interessados aprenderão a dar traços e o clima certo para cada tipo de história.
De 17 a 19 de julho, acontece a “Criação de Personagens”, à partir das 19 horas. Os alunos aprenderão desenvolver personagens bem construídos e marcantes, destacando a diferença de cada um para montar uma boa história.
Nos dias 20 e 21, sábado e domingo, haverá a oficina “Criação de Mangá”, às 14 horas. Nesta oficina, os alunos responderão duas perguntas básicas para criar o seu próprio mangá: como criar um mangá? Quais ferramentas necessárias?
A oficina “Pintura com Lápis de Cor” será oferecida de 24 a 26 de julho, às 19 horas. Os alunos aprenderão as técnicas de como usar o lápis de cor e produzir verdadeiras obras de arte.
Além de pintura em papel, também terá a oficina “Pintura Digital”, que acontece nos dias 27 e 28, à partir das 14 horas. Os interessados irão aprender como usar softwares voltados ao desenho e a pintura digital, assim deixará as ilustrações ainda mais profissionais.
Para finalizar o especial de mangá, o Sesc organiza nos dias 31 de julho e 1º de agosto, a oficina “Técnicas de Desenho”, às 19 horas.
Na oficina de “Técnicas de Desenho”, os alunos irão aprender sobre técnicas e estilos de desenhos, como HQ, mangá, caricatura, cenários, arte urbana, entre outros estilos de desenho.
Para saber mais sobre as oficinas, ver o número de vagas das oficinas, são 18 vagas disponíveis, ligue para 3524-9200. O Sesc Catanduva está localizado na praça Felício Tonello, 225, na Vila Rodrigues.
Da Reportagem Local
Fonte:

No comments: