Dissertação apresentada por Fábio da Silva Paiva ao curso de Mestrado em Educação, do Programa de Pós-Graduação em Educação, da Universidade Federal de Pernambuco, como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre em Educação. 
RESUMO
A pesquisa buscou estabelecer uma relação entre a educação e as Histórias em Quadrinhos (HQs) de super-heróis, levando em conta a percepção de leitores de Batman. O trabalho se divide em duas partes principais. A primeira apresenta de forma teórica as origens das HQs, suas mudanças e suas interações educacionais e comunicacionais. A segunda aprofunda a discussão sobre Batman, focando a pesquisa no personagem em questão. Nesta segunda parte é realizada a apresentação do tema violência, com atenção voltada aos quadrinhos de super-heróis. Além disso, realiza-se na segunda parte, as análises das entrevistas feitas com os leitores, buscando confirmar (ou refutar) e entender as teorias e relações apresentadas anteriormente de forma teórica. Utilizando como referências Norbert Elias (sociologia), Vygotsky (psicologia cognitiva), Brandão (educação), Barros Filho (comunicação), Vergueiro (comunicação e educação), entre outros teóricos, buscamos apresentar questões ligadas à violência, a apropriação de conhecimentos, a recepção e retenção de informações e ao aspecto de entretenimento das HQs. Além disso, foi feito um levantamento de questões pertinentes ligadas ao universo das HQs e do personagem Batman. O trabalho apresenta avanços em relação aos temas Educação e Histórias em Quadrinhos, além da interface desses temas com outros como a Violência, Juventude, Desenvolvimento Cognitivo, Comportamento e Sociedade. Concluiu-se que as HQs são fonte de elementos educacionais, meio de comunicação e de entretenimento e benéficas para o desenvolvimento educacional dos leitores. Conclui-se também que a violência contida nas HQs de super-heróis, fazem parte do bojo de relações sociais no qual está inserida a produção de todos os meios de comunicação, sendo uma reprodução de padrões sociais existentes.
 
Palavras Chaves: Educação, Histórias em Quadrinhos, Violência, Super-heróis, Comunicação, Sociedade. 


*O conteúdo desta monografia expressa a opinião de Fábio da Silva Paiva, que é plenamente responsável pelo mesmo e publicado com sua autorização.
















Guido — Guido queria ser um personagem de histórias em quadrinho. Depois de ler Will Eisner se contenta em ser um personagem de uma história sem quadros.