Monday, December 5, 2011


Quadrinhos e cultura pop na veia




Os nerds amam quadrinhos, games, cinema, seriados, animes e mangás. Eles e muitas pessoas são entusiastas da cultura pop, e para divertir e promover reflexão sobre isso, o GibiMais começa nesta segunda-feira (5) na cidade trazendo oficinas, exibições, debates, palestras e painéis de discussão que durarão a semana toda, na Casa da Linguagem. Desenhista da norte-americana DC Comics, uma das maiores editoras de HQ do mundo, o paraense Joe Bennett é o patrono e grande homenageado do evento.
Idealizado pelo site Ponto Zero e pelo Pencil Blue Studio em parceria com a Fundação Cultural Curro Velho, o GibiMais procura aliar o entretenimento a debates que intuam a compreensão e fomento ao profissionalismo no meio.
“Carecemos de mais iniciativas voltadas para os quadrinhos. Eu dei palestras para rapazes que faziam quadrinhos e alguns que estão envolvidos na organização do GibiMais, e pela amplitude que eles estão dando ao evento será interessante, abrindo para a arte popular, mas criando uma conexão cultural mais significativa”, opinou o professor e crítico de cinema Arnaldo Prado Jr.
Ele vai proferir amanhã, a palestra “Cinema e História em Quadrinhos: Origem, influência e principais títulos”, durante aproximadamente três horas. “Será uma palestra ativa, com a participação do público, onde irei focar nas conexões que existem entre cinemas e quadrinhos, tanto as identificações de linguagem, planificação – embora quadrinhos sejam estáticos e cinema use movimento – e vou mostrar como as mídias se desenvolveram até virarem arte. Entro também com as conexões políticas das HQ principalmente durante a segunda guerra mundial, e os personagens que saíram dos quadrinhos para cinema, esse escape, tentando ser o mais pedagógico possível ao definir os parâmetros entre as linguagens”, esclareceu Arnaldo.
“Não é só fazer, produzir e assistir. Têm que se estudar, principalmente as HQs como meio de expressão, produção e linguagem”, frisou o professor e crítico de cinema, que convida o público a participar da palestra e da mesa-redonda na quarta de tarde, que debaterá sobre quem é o nerd do século XXI. Outro que está feliz com o evento é Joe Bennett, que celebra 27 anos de carreira em 2011. “Me sinto orgulhoso e ao mesmo tempo aliviado em ser homenageado, receber esse reconhecimento. Já tive exposições e homenagens em lugares como Curitiba e faltava algo do tipo aqui na minha terra”, explicou Joe, que ministrará um workshop na sexta, sobre “Quadrinhos e Profissionalização”, ao lado outros artistas profissionais como o desenhista Fábio Jansen.
PIONEIRO NO PARÁ
“Também falarei sobre o mercado de quadrinhos norte-americano, para o qual trabalho desde 1992, quando comecei a enviar meus desenhos pelos Correios, já que naquela época não existia internet. Iniciei nas editoras pequenas e depois passei dez anos na Marvel onde entrei em abril de 1994, e agora estou na DC”, contou Joe, chamado de ‘Bené’ pelos mais próximos, como os amigos Pedro Vale (Peter Vale) e Jack Jackson (Jadson), com os quais estudou e que também entraram no concorrido mercado dos EUA.
São duas as modalidades de participação no GibiMais. O interessado pode se inscrever em uma das oficinas a ser anunciada para a programação no valor de R$ 15 com carga horária de 12 horas-aula (tempo dividido em quatro dos 5 dias do evento), esse valor dá direito a todas as programações do evento em qualquer dia e horário mais a certificação de participação na oficina escolhida.
A segunda modalidade é o passaporte simbólico no valor de R$ 5. As inscrições serão feitas na secretaria da Casa da Linguagem. (Diário do Pará)

















































































































Fonte:
http://diariodopara.diarioonline.com.br/N-147037-QUADRINHOS+E+CULTURA+POP+NA+VEIA.html

No comments: