Tuesday, December 13, 2011

O Vale do Amanhecer


Cerimônia no Vale do Amanhecer, na região norte do Distrito Federal, fundado na década de 50 po5 'Tia Neiva',  (Foto: Raquel Morais/G1)Cerimônia no Vale do Amanhecer, na região norte do Distrito Federal, fundado na década de 50 po5 'Tia Neiva', (Foto: Raquel Morais/G1)
A Catedral Metropolitana de Brasília é famosa no mundo inteiro por conta do projeto de Oscar Niemeyer e pela localização privilegiada, entre vários monumentos da Esplanada dos Ministérios. Apesar de ser um templo religioso, nem todos os turistas que a visitam o fazem por uma questão de fé.
O Santuário Dom Bosco, na W3 – avenida que corta as asas Sul e Norte de ponta a ponta –, tem também em sua arquitetura um de seus pontos altos. Em forma de cubo e com paredes de concreto aparente, a igreja tem o interior ladeado por vitrais em tons de azul e um amplo salão sem colunas. No centro do salão, em frente ao altar, um lustre de duas toneladas é suportado por cabos de aço.
Esse sincretismo religioso faz parte de toda a aura que envolve Brasília, de toda a história. Desde a concepção arquitetônica e paisagística do Plano Piloto. Esse conjunto é que dá um charme, um ar de mistério, esse ar místico
Mara Flora Krahl, professora do Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília
Vale do Amanhecer
Um dos endereços mais procurados no DF quando o assunto é religião, o Vale do Amanhecer pode vir a ser declarado Patrimônio Imaterial pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Localizado em Planaltina, a região recebe cerca de 3 mil pessoas semanalmente.
O espaço abriga a Doutrina do Amanhecer, fundada em 1959 por Neiva Chaves Zelaya, conhecida como Tia Neiva. Por meio de sua mediunidade, ela teria recebido orientações do “Pai Seta Branca”, representante máximo da crença e uma das encarnações do espírito de São Francisco de Assis.
A doutrina é fundamentada nos princípios cristãos e teoria da reencarnação e também atrai pessoas de diversas religiões. São mais de 600 templos no Brasil e no exterior, que pregam a paz, a caridade, a fé e o amor.
O Vale se mantém por meio de doações, almoços beneficentes, além de lanchonetes e lojas de lembranças. A região, segundo o antropólogo da Superintendência do Iphan do DF Rodrigo Ramassote, é a expressão máxima do neoesoterismo em Brasília.
Fonte:

No comments: