Monday, September 26, 2011

Tom Richmond ensina a desenhar Caricaturas



Assinar o blog de Tom Richmond é uma ótima maneira de acompanhar o que acontece no mercado americano de ilustração, e ainda se deliciar com muitas caricaturas e tutoriais. Ele é ilustrador da revista MAD (aquela que está voltando a ser publicada no Brasil), sempre cheia de humor e desenhos.
Para quem não acompanha, são várias as contribuições de Tom com textos bem detalhados e ilustrados sobre técnicas que ele utiliza em suas criações. Sua mais recente série apresenta o tema “Como desenhar caricaturas”, sendo dividida em três partes:
Parte 1 – Teoria básica e as cinco formas: Nesta primeira parte temos a definição de caricatura e algumas características que as distinguem de outros tipos de desenhos. Para Richmond, quem vê uma caricatura deve se lembrar da pessoa retratada, o desenho deve usar o exagero para destacar seus traços e ainda, deve dizer algo sobre a vítima pessoa, como representar uma atitude ou fato acorrido. O ilustrador deve aprender a observar detalhes em seus modelos que os fazem únicos e facilmente reconhecíveis.
Após a introdução, é apresentada a teoria das cinco formas, onde se destaca o relacionamento entre o formato da cabeça, do olho esquerdo e do direto, do nariz e da boca na criação do desenho. Alguns exemplos com pessoas famosas servem de representação da teoria.
Parte 2 – Relacionando características: Esta segunda parte é muito bem resumida pela frase utilizada pelo próprio Tom (tradução livre):
Desenhar caricaturas não é apenas escolher uma característica e torná-la grande, mas sim mostrar todas as características e como elas se relacionam.
Para que esse relacionamento seja entendido, apresenta-se a proporção clássica do rosto de uma pessoa, a fim de facilitar a identificação de traços pessoais do assunto pelo ilustrador.
Parte 3 – A importância do formato da cabeça: Aqui, Tom explica porque o desenho da cabeça é a parte mais importante da caricatura, e ainda ensina truques de observação de seus formatos. O objetivo é tornar tudo simples, traçando a linha dos olhos e encontrando proporções e pontos de referência, ao até mesmo associando o formato com objetos conhecidos (cabeça de melão, por exemplo =D).
Para finalizar, temos diferentes maneiras de “exagerar” no formato da cabeça, com a mudança nas proporções normais e o uso da lei da massa constante, que previne exageros não convincentes (a lei diz que quando você aumenta uma parte da cabeça, como o tamanho do queixo, deve-se diminuir o tamanho do topo, mantendo assim a massa constante).
Depois desses ótimos tutoriais é só mirar em um alvo e sair desenhando, ou será exagerando…
Precisa de mais inspiração? Tem muitos artistas brasileiros com blogs ou fotologs recheados de caricaturas, citando alguns: BaptistãoCalos MullerMário Alberto eTiago Hoisel.
http://flaviogranero.com/2008/04/10/tom-richmond-ensina-a-desenhar-caricaturas/

No comments: