Monday, September 26, 2011

Sergio Bonelli: 1932 – 2011



O quadrinista italiano continuou a obra de seu pai com “Tex” e deu vida a tantos outros personagens, como Zagor e Mister No.
De acordo com o site TexBR, especializado na divulgação de notícias sobre os personagens do universo da editora Bonelli em português, faleceu nesta madrugada o quadrinista Sergio Bonelli, aos 79 anos. A causa ainda não foi divulgada, mas Sergio estava hospitalizado há uma semana.

Sergio era filho de Gian Luigi Bonelli, dono da editora Redazione Audace e criador do mundialmente conhecido cowboy “Tex”. Sucesso de vendas há décadas em vários países, no Brasil, as aventuras do “justiceiro solitário” com pontaria infalível são lidas por várias gerações.

Nascido em 2 de dezembro de 1932, Sergio assumiu a editora em 1957, aos 25 anos, após concluir seus estudos, enquanto o pai dedicava-se apenas às histórias de sua criação. Enquanto esteve à frente dos negócios, Sergio criou diversos personagens para a editora sob o pseudônimo de “Guido Nolitta” – entre eles, Zagor, o homem branco que foi criado por índios e defende o povo e a floresta de Darkwood contra os colonos. Sua primeira história foi publicada em 1961.

A editora crescia e novos personagens chegavam à casa sob os cuidados de Sergio – títulos como “Martin Mystère”, “Dylan Dog” e “Nathan Never” passaram por sua edição, além de criar mais um personagem, “Mister No”. Enquanto isso, a partir de 1976, o editor passou a co-escrever as histórias de Tex ao lado de seu pai, mesmo sem ser creditado nas revistas.
Bonelli manteve acesa a chama dos quadrinhos antigos de western, cheios de aventura e emoção, enquanto viveu. Hoje, a Sergio Bonelli Editore continua este legado mantendo viva a chama do próprio Sergio e seu amor pelos quadrinhos e por este estilo tão característico. Longa vida a Bonelli!

Fonte:

No comments: