Monday, September 19, 2011


23º TROFÉU HQMIX | COBERTURA COMPLETA DA MAIOR PREMIAÇÃO DOS QUADRINHOS NO BRASIL




Já começo dizendo que odeio eventos de premiação. O Oscar, Grammy, Globo de Ouro, Prêmio Multishow, etc... nenhum me entretêm nem um pouco. Após 5 ou 10 min. assistindo eventos deste gênero, minha mente já começa a divagar sobre outros assuntos, em outros lugares, e permanece apenas meu corpo presente. Obviamente, o motivo não é pela estrutura de tais eventos, que sempre priorizam a qualidade e elegância de forma praticamente impecável, em lugares bonitos e bem estruturados, com apresentadores bem articulados, modelos graciosas, tecnologia interativa, tudo nos "trinks". Porém, nada do que inventaram até hoje, desde momentos musicais, piadas, teatro, na tentativa de incrementar o momento, conseguiu aniquilar a imensa MONOTONIA que sempre predomina nestes eventos, até nos espectadores mais apaixonados. Vai dizer que você nunca dormiu tentando assistir ao Oscar até o final? Vai dizer que você nunca pensou "Nossa, demorô para cortarem o microfone desse cara"? A verdade é que estes eventos, no geral, são muito chatos. E isso é fato, principalmente, quando os vencedores são anunciados antes do evento (como foi o caso). Mas, há uma excessão: o Troféu HQMIX não tem naaada de monótono! Simplesmente porque os indivíduos que são homenageados são figuras extraordinárias, e dispensam quaisquer artifícios além deles mesmos para entreter. Nossos melhores quadrinistas são caras super divertidos (é mal da raça), muitos deles são grandes amigos de longa data e o bom humor predominou durante todo o evento. O 23º é o primeiro HQMIX que compareço, e dificilmente vou faltar nos próximos.

Acompanhe abaixo todos os detalhes deste grande evento, que recebeu nossa cobertura completa:
Como trabalhei na madruga de quinta para sexta nos quadrinhos do Cris, dormi a tarde, após o almoço e, confesso, cheguei atrasado no evento. O transito de São Paulo nunca ajuda em nada e acabei chegando 20h30 no Sesc Pompéia. A entrada era gratuita, mas os ingressos eram limitados, e respirei fundo quando a recepcionista disse "Sorry, aquele rapaz levou os últimos ingressos.". Eu quase assaltei "aquele rapaz". Mas não foi preciso. Consegui outros ingressos como convidado e corri para a sala do evento. Introduzi esta "historinha", pois fiquei abismado com o quanto de cadeiras vazias que tinham no salão, principalmente nas galerias! Oras: o evento é gratuito, todos sabem que o Brasil não é lá um bom "facilitador" na hora do artista publicar seus quadrinhos... eu achei que os fãs de quadrinhos iriam LOTAR o evento, brigar para entrar até sair pelas janelas e, os que não conseguissem entrar, ficariam acampados na porta de entrada (e eu seria um deles), fazendo de TUDO para prestigiar o evento e valorizar os artistas, como uma atitude de quem realmente quer ver os quadrinhos fluindo sem muita burocracia do autor para o público brasileiro. Nada disso. Cheguei (bem) atrasado, consegui ingressos facilmente para mim e minha noiva, e ainda escolhi o lugar de minha preferência, com visão privilegiada. Grande parte do público eram os próprios premiados e seus familiares. Sinceramente, não adianta nada ser um rebelde virtual, que só mete o sarrafo no sistema pelas mídias sociais. Com preguiça de levantar de casa para comparecer num mega evento gratuito, vai ser difícil mudar alguma coisa por aqui.

Observação: Alguns videos postados junto às fotos foram gravados por Ricardo Tayara do Sapos Voadores, que estava sentado ao meu lado (as risadas altas são minhas).


Mas, fora esta primeira impressão, todo o resto foi shooow! O evento foi iniciado com a apresentação do documentário ANGELI 24 HORAS, da diretora carioca Beth Formaggini. O qual, é lógico, eu perdi devido ao meu atraso (AAAAAAHHHHHHHHHH!!!!!). Breve compro na Livraria HQMIX, que já está a venda.


Para abrilhantar o evento, não poderia faltar um super-herói. Cosplay do Homem-Aranha não só apareceu, como permaneceu durante todo o evento.



Embora estivéssemos rodeados de gênios no local, a primeira estrela que brilhou foi a do grande padrinho do HQMIX, Serginho Groisman, conduzindo o evento. Ele consegue ser divertido sem ser bobo, e tem o grande talento de interagir com todos. Facilitando o discurso dos homenageados e brincando com o público, deixou à vontade até os mais tímidos. E, com a participação da banda feminina do Altas Horas, ele realmente estava em casa.


Este ano, o troféu HQMIX foi o personagem Geraldão, homenageando o cartunista Glauco, falecido em março de 2010. Não só o troféu, mas o evento inteiro foi permeado de homenagens para Glauco, principalmente, pelos próprios contemplados com o troféu. Familiares do Glauco subiram ao pauco, receberam homenagens, e anunciaram uma exposição em 2012 sobre a carreira do artista.

Participam da votação desenhistas, roteiristas, professores, editores, pesquisadores e jornalistas de todo o Brasil. Alguns prêmios foram definidos pela comissão organizadora do HQ Mix, formada por: Marcelo Alencar (presidente), Andréa de Araújo Nogueira, Benedito Nicolau, Cristina Merlo, Daniela Baptista, Gualberto Costa, Jal, Nobu Chinen, Sam Hart, Silvio Alexandre, Sonia M. Bibe Luyten, Tiago Souza, Waldomiro Vergueiro, Will e Edson Diogo. E vamos aos premiados:

Mídia sobre Quadrinhos: Universo HQ - Mídia a qual fez a cobertura de todo o evento pelo twitter. Sidney Gusman, editor chefe da mídia, recebeu o prêmio e foi uma das únicas vezes que ele parou de twittar. Aproveitou seu discurso para agradecer sua equipe e parabenizar a todos que trabalham com divulgação de quadrinhos no Brasil.

Livro Teórico: Bienvenido - Um passeio pelos quadrinhos argentinos, de Paulo Ramos (Zarabatana) - Ao receber o prêmio, o autor anuncia continuação do livro em breve.

Publicação de Cartuns: Cócegas no raciocínio, de João Montanaro (Garimpo) - Com 15 anos, João Montanaro (o Neymar dos Quadrinhos, segundo Serginho Groisman) já tem 1 ano e meio de carreira como cartunista da Folha de SP, sendo o mais jovem premiado do Troféu HQMIX. Ao receber o prêmio, ele emociona ao falar sobre o pai.

Destaque Latino-Americano: La Fiesta Pagana, da Bolívia (La Rosca Comics) - Jozz recebeu o prêmio e agradeceu muito o HQMIX pelo intercâmbio através desta categoria.

Publicação Erótica: Quadrinhos sacanas - O catecismo brasileiro (Peixe Grande) - Toninho Mendes recebe o prêmio e destaca a vitória do livro sobre o mestre Manara. Toninho anuncia que pretende fazer uma enciclopédia dos quadrinhos brasileiros, e finaliza o discurso com "Viva a sacanagem brasileira".


Tese de Doutorado: José Mendes André, da Universidade de São Paulo, em Arquitetura e urbanismo, por Quem não chora não mama! Panorama do design gráfico brasileiro através do humor 1837-1931


Publicação de Charges: Gibi do Glauco (Folha de S.Paulo) - Fernanda Mena, editora da Ilustrada FSP, recebe o prêmio pela publicação.

Tira Nacional: Piratas do Tietê, de Laerte (Folha de S.Paulo) - Laerte, que há algum tempo vêm se vestindo de mulher, subiu ao palco maquiado, com as unhas feitas, com salto alto e um belo vestido. Além de receber o prêmio e receber a homenagem em video do Reinaldo (Casseta e Planeta), o artista faz um belo depoimento sobre seu amigo Glauco: "Ele é o polvo humano." Querendo ou não, Laerte com seu modelito foi uma das sensações do evento.


Borges Lopes, Coordenador Geral de Regulação em Direitos Autorais do Ministério da Cultura, fala sobre projetos do governo nesta área.


Publicação Independente Edição Única (One-shot): Taxi, de Gustavo Duarte - Que também ganhou como melhor Caricaturista (Lance!) - Ao receber os dois troféus, o artista fez um discurso breve e sincero, lembrando dos mestres da caricatura nacional, e dedicou o prêmio aos seus pais. Mas o melhor foi quando a assistente de palco foi ajudar Gustavo a carregar os prêmios (além do troféu, os artistas também recebiam uma pasta e outros presentes), Serginho Groisman aproveitou a oportunidade para tirar sarro: conduziu Gustavo e a assistente até seu assento, apresentou a assistente aos pais do Gustavo, perguntou se aprovavam a união e, para finalizar, perguntou se ele trocaria um dos troféus por ela. Gustavo responde: "A patroa me mata!"

Publicação Mix: MSP + 50 - Mauricio de Sousa por mais 50 artistas (Panini) - Sidney Gusman larga o twitter novamente para receber o prêmio como editor da publicação. Ele agradeceu aos artistas do projeto e já aproveitou para "se indicar" no Troféu HQMIX 2012, com o MSP Novos 50, terceira edição lançada em 2011, além de comentar os novos projetos da Turma da Mônica em Graphic Novels. Maurício de Sousa, ausente no evento, agradeceu por video.

Chargista: Angeli (Folha de S.Paulo) - Infelizmente o artista não pôde comparecer, pois estava trabalhando nas charges que são fechadas sexta a noite, para serem publicadas no sábado. Mas Laerte nos deu novamente o ar de sua graça no palco para receber o prêmio pelo seu amigo. Foi interessante que, após discorrer por diversos elogios a Angeli, Laerte finaliza: "Eu estou aproveitando para dizer o quanto ele é bom pois, ele é muito humilde e, se estivesse aqui, ele não diria nada. Só agradeceria e iria embora."

A turma do terror Zé do Caixão e sus filha Liz Vamp, que além de atores são também personagens de quadrinhos, sobem ao palco para receber um prêmio especial, e realmente divertem ainda mais a festa. Zé é uma figura rara, de fala mansa, mas sempre assustador dentro de seu personagem. Sua filha também deu show ao pegar no microfone e divertir todos comentando sobre suas "partes" que foram exageradas na sua adaptação para os quadrinhos. Zé comenta e "detona" a saga Crepúsculo, dizendo: "Que coisa estranha estes filmes, vampiro tem que ser vampiro!"E, lógico, Zé do Caixão nos liberou uma de suas famosas "pragas" antes de deixar o palco, com direito a luz baixa e rufar dos tambores. Divertidíssimo! Disse também que a praga só é "meio leve" porque amanhã (sábado) é véspera de domingo (??? rs). Liz Vamp aproveita para dizer que o pai dela NÃO está no twitter, pois existem diversos perfis falsos do Zé que, inclusive, estão marcando eventos e encontros... pode!?

Adaptação para os quadrinhos: Os Sertões - A luta, de Carlos Ferreira (roteiro) e Rodrigo Rosa (desenhos), sobre a obra de Euclides da Cunha (Ática) - Bastante aplaudidos pelo excelente trabalho, Os Sertões é o primeiro livro dos artistas que conseguem publicar, e agradecem demais a festas.

Homenagem Especial: Bar Tutti Giorni, frequentado pelos artistas gráficos de Porto Alegra/RS - Rodeigo Rosa permanece no palco e recebe outro troféu pelo projeto, onde se reúnem os cartunistas da Grafar e, juntos, desenvolvem seus trabalhos. Muito legal eles receberem esta homenagem, pois o resultado do trabalho é muito bom.

Salão e Festival: 3º Salão Internacional de Humor da Amazônia

Publicação de Caricaturas: Bravo! - Literatura & Futebol (Abril)

Grande Mestre: Paulo Caruso - Muito honrado, ele agradece aos seus mestres e também aos seus vários pupilos. À vontade no palco, ele brinca com o fato de ter irmão gêmeo, dizendo: "Mas, que fique claro que não somos clonagem, somos gêmeos por penetração!" Depois ainda sugere criar um "Sindicato de Gêmeos por Penetração".Os outros gêmeos do local como Fábio Moon e Gabriel Ba se divertem com os comentários.

Mais uma homenagem ao Glauco, de seus amigos cartunistas, que presentearam todos os que compareceram ao evento com uma foto antiga, com todos reunidos no telhado da antiga Editora Obore, que nunca foi de "ficar em cima do muro", como está descrito na legenda anexa a foto (exclusividade de quem compareceu ao evento). Na foto, estão Ricardo Alves, Flávia Castro, Ailton Krenak, entre outros. O homenageado Glauco (quase no centro da foto, cabeludo), e, claro, Laerte, que novamente subiu ao palco e prestou homenagem por quase todos, já que foi um dos poucos momentos que os artistas se intimidaram na hora de prestar o discurso. Depois do Troféu Geraldão, esta foi a melhor homenagem do evento ao falecido cartunista.

Publicação Independente de Autor: O Cabra, de Flávio Luiz (papel A2) - Autor agradece a todos, principalmente a família.

Tese de Mestrado: Marcia Casturino, da Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro, em História e teoria da arte, por Suehiro Maruo - O sublime e o abjeto como estética da existência

Web Quadrinhos: Linha do Trem, de Raphael Salimena - Artista agradece a muitas pessoas, inclusive Raphael Fernandes, editor da Revista Mad, que twittou "Ver o @linhadotrem levar o #hqmix me fez chorar de emoção", e Sidney Gusman, que havia saído para trocar a bateria do celular no carro, para continuar fazendo a cobertura do evento pelo twitter. Embora tenha perdido o agradecimento, Sidney agradeceu depois, pelo twitter. Obs: Eu cheguei atrasado, mas só agora chegou o Eduardo Nasi =)

Projeto Editorial: Calendário Pindura 2011, de vários artistas (Pégasus Alado) - Equipe agradece demais todos que contribuem com sua arte para o calendário (o que não poderia ser diferente) e anunciam que o tema do Calendário Pindura 2012 será O Fim do Mundo. Demais!

Cartunista: Allan Sieber (Folha de S.Paulo) - O artista, ausente, arranca gargalhadas em seu agradecimento em video. Para começar, ele estava usando uma coroa de papel escrito "Allan Sieber - The King!" Como se não bastasse: "Obrigado a todos, mas já estava na hora de me honrarem como o melhor cartunista de todos os tempos..." A câmeragirl: "Não é de todos os tempos, é só o melhor do ano!" Sieber: "Bom... que seja. Agradeço mesmo assim." Hilário. Após o video, uma de suas funcionárias recebe o prêmio por ele e comenta a grande alegria e esforço do artista em promover a liberdade artística seus empreendimentos.

Publicação de Tiras: Níquel Náusea - A vaca foi pro brejo (Devir) - Fernando Gonsales recebe o prêmio e agradece.

Roteirista e Desenhista Nacional: Danilo Beyruth (Bando de dois, da Zarabatana) - Campeão em duas das principais categorias do evento, Danilo subiu ao palco com sua filhinha para ajudá-lo a carregar os prêmios (talvez, para que ele também não fosse "morto pela patroa" como disse Gustavo Duarte, ao responder sobre a ajuda que recebeu da bela assistente de palco). Serginho Groisman, ainda no pique e se divertindo demais com as crianças, puxou um "Parabéns pra Você" para filha de Beyruth, que fazia aniversário. Danilo também recebeu uma homenagem em video do cartunista Jaguar que, além de falar, desenhou uma charge do premiado (muita moral). Cláudio Martini, da Editora Zarabatana, é aplaudido após os agradecimentos de Danilo.

Destaque internacional: Fábio Moon e Gabriel Bá (Daytripper, da Vertigo / DC) - Os também "gêmeos por penetração" continuam com sua rotina de prêmios. No longo discurso, Gabriel Bá algo interessante: Para quem pensa que fazer e viver de quadrinhos é difícil só no Brasil, está enganado. É difícil no mundo inteiro. O que muda um pouco é que, no Brasil, a dificuldade de publicação é maior. Mas em todo lugar o quadrinista precisa se fechar em casa, o dia inteiro e todo dia, para conseguir produzir seu trabalho e, embora a internet seja uma bênção para divulgação, administrar e alimentar uma mídia também consome tempo demasiado que poderia ser usado para simplesmente desenhar. Mas é necessário para que o artista não "suma" do mercado. Não sobrou muita coisa para o Fábio falar, e acabou só agradecendo.

Produção em outras linguagens: Malditos Cartunistas, produzido por Daniel Garcia e Daniel Paiva (Tarja Preta) - Na minha opinião, este foi o melhor trabalho sobre quadrinhos realizado em 2010. Este documentário é um grande marco, pois foi idealizado justamente por ainda não existir um projeto em video que reunisse todos os nossos grandes cartunistas, que fizeram história durante a ditadura, e abriram caminho para este caminhão de artistas que homenageamos atualmente. Ainda não consegui assistir ao filme, mas muitas partes foram divulgadas como publicidade no youtube e, se o filme todo fosse composto apenas por estas partes, já valeria a pena. Parabéns aos Daniéis.

Novo talento (desenhista): Felipe Massafera (Jambocks! - Parte 1 - Prelúdio para a guerra, da Zarabatana) - Um destaque à Zarabatana, editora dos grandes premiados da noite. Jal (um dos organizadores do evento) justifica o prêmio ao Massafera (que não é novato no ramo) que, além do troféu, acompanha um cheque de R$500,00 em compras na Livraria HQMIX.

Novo talento (roteirista): Daniel Galera (Cachalote, da Quadrinhos na Cia.) - Jal continua esclarecendo que "novos talentos" não significa necessariamente "ter chegado agora". Mas sim, uma homenagem aos que agora estão sendo mais reconhecidos, o que foi a crítica mais recorrente no #hqmix pelo twitter.

Publicação Independente de Grupo: Café Espacial, editada por Sergio Chaves e Lídia Basoli, ganhou mais um merecido Troféu HQMIX pelo excelente trabalho, há poucas semanas de completar 4 anos de existência.

Exposição: Zeróis, Ziraldo na tela grande (Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro) Ziraldo, um dos melhores artistas do mundo não pôde comparecer no evento, mas deixou seu simpático agradecimento em video. Para quem não sabe, os Zeróis é um projeto muito antigo do Ziraldo, de décadas atrás. Infelizmente não pude comparecer a exposição que só ocorreu no Rio (por que???). Mas, se você também não compareceu, pode acompanhar uma pequena homenagem ao seu belo projeto, na inauguração da nossa Sessão Charges e Tiras com a arte dos Zeróis.


Publicação Infanto-Juvenil: Pequenos Heróis, escrito por Estevão Ribeiro e desenhado por Mário CésarRaphael SalimenaJaumEmerson LopesRic MilkVitor CafaggiLeo Finocchi e Fernanda Chiella (Devir) - Todos eles tiveram a oportunidade de agradecer pelo prêmio recebido, pelo ótimo trabalho que realizaram. Embora tenham realizado o projeto juntos, cada um deles possui ótimos trabalhos individuais. Destacaram: "Todos podemos ser grandes heróis, através de pequenas atitudes todos os dias."


Publicação de Clássico: Peanuts Completo, de Charles Schulz (L&PM) - Representante da editora recebe o prêmio e editor chefe agradece por video, onde destaca que quadrinhos sempre foi uma publicação de grande interesse da editora.


Homenagem Especial: Revista Ilustrar - O prêmio para revista (que é uma publicação gratuita) é justificado por sua divulgação de diversos bons artistas brasileiros nas suas matérias. Um dos autores também agradece por video.


TCC - Trabalho de Conclusão de Curso: Leonardo Poglia Vidal, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, de São Leopoldo/RS, em Letras, por Quixote de Cerveisner - Estudo comparativo entre o capítulo VIII do Quixote de Cervantes e sua adaptação para os quadrinhos por Will Eisner


Evento de Quadrinhos: Rio Comicon

Edição Especial Estrangeira: Ranxerox de Alain Chabat (Conrad)

Edição Especial Nacional: Bando de dois (Zarabatana) - Como Danilo Beyruth ganhou como melhor Roteirista e Desenhista Nacional, é claro que sua obra também levou o prêmio. Danilo realmente foi o dono da festa.



Publicação de Aventura/Terror/Ficção: Vertigo (Panini)


Editora do ano: Quadrinhos na Cia. - Prêmio merecido. Editora faz longo discurso sobre a grande iniciativa da Companhia das Letras em promover os quadrinhos, mas foi bonitinho ver uma das integrantes da equipe agradecer sua "tutora" dentro da editora.


Outros vencedores:
  • Desenhista Estrangeiro: John Romita Jr. (Kick-Ass - Quebrando tudo, da Panini)
  • Roteirista Estrangeiro: Joe Sacco (Notas sobre Gaza, da Quadrinhos na Cia.)
  • Grande Contribuição: Flip - Feira Literária Internacional de Paraty, no Rio de Janeiro


Sonia Luyten, presidente da comissão do HQMIX, recebe um prêmio especial e, num longo discurso, anuncia a criação da feco Brasil.

Após todas as premiações, toda a equipe organizadora do Troféu HQMIX sobe ao palco e são muito aplaudidos. Serginho Groisman, o padrinho do evento, também recebe um troféu e mantém seu posto de indivíduo com mais troféis HQMIX na prateleira, já que ele recebe todo ano (bem merecidamente).

E assim se foi, e assim se fez todo o evento. Após o encerramento oficial, o palco foi invadido à procura de fotos e autógrafos com Serginho Groisman e os premiados. Embora muitos tenham reclamado do horário de término (lá pelas 23h), acho que o fizeram por terem outros compromissos posteriores. Pois este tipo de evento sempre costuma passar da meia noite.


Destaco também as excelentes lembranças do evento.
  • Além da foto antiga já mencionada com Glauco e amigos no telhado da Editora Obore, o Gibi do Glauco também acompanhou o pacote.
  • O Jornal HQMIX foi lançado especialmente nesta edição do evento, trazendo matéria especial sobre Glauco, todos os indicados do evento, e diversas matérias sobre o mundo dos quadrinhos.
  • Um saquinho de pão com a marca HQMIX.
  • Duas revistas Brasileiros
  • E, o melhor de todos, uma coleção de cards com os maiores cartunistas/quadrinistas brasileiros, com foto na frente e pequena biografia no verso. Amei esta lembrança e, como furtei os cards da minha noiva, já posso até brincar de Jogo da Memória.

Para finalizar, não posso deixar de comentar o troféu que eu mesmo me concebi pela mídia Os Quadrinhos, pelas minhas excelentes matérias, pela cobertura completa do evento, por ser bonito, e por diversos outros motivos que não caberiam neste artigo. Na verdá, acabei não levando o troféu para casa desta vez, mas não faltarão oportunidades.


http://www.actionsecomics.net/2011/09/23-trofeu-hqmix-cobertura-completa-da.html

No comments: