Saturday, July 9, 2011

'Quero fazer coisas divertidas', diz Joe Sacco na Flip



Jornalista é autor de reportagens em HQ como 'Notas sobre Gaza'.
'Não me interesso por explosões, tiroteios. Me interesso pelos civis', disse.

Marcus Vinícius BrasilDo G1, em Paraty
O quadrinista Joe Sacco (Foto: Flavio Moraes/G1)O quadrinista Joe Sacco (Foto: Flavio Moraes/G1)
O jornalista e quadrinista Joe Sacco, uma das atrações mais aguardadas da Flip, falou na tarde deste sábado (9) sobre suas HQs e sobre a cobertura da guerra no Oriente Médio, durante conferência em Paraty.

Disse que, em seus próximos trabalhos, quer fazer "coisas divertidas". Ele é autor das reportagens ilustradas "Palestina", "Área de segurança: Gorazde" e "Notas sobre Gaza".

Seu próximo trabalho tratará de áreas pós-industriais nos Estados Unidos.

"Não me interesso pela guerra, explosões, tiroteios. Me interesso pelos civis, que são os verdadeiros afetados", disse.

Nascido na ilha de Malta, ele lembrou da infância. "Malta foi muito bombardeada durante a Segunda Guerra, e me lembro das histórias da minha família. Me interesso pela maneira como as pessoas são afetadas. Elas tinham coisas e perderam tudo, suas casas.... Essa é a realidade da guerra. São os civis que sofrem. Essa é a história real."

No começo da conferência, mostrou exemplos de seus trabalhos. Numa das ilustrações, exibiu uma reprodução do campo de refugiados de Rafah. Em outra, uma cena em que entrevista uma fonte que se lembra de como eram os paredões de execução.

Sacco falou sobre algumas das influências para o seu trabalho. Entre eles, o quadrinista Robert Crumb. Também citou o jornalista Hunter S. Thompson, a quem elogiou "a ideia de que você pode escrever de uma maneira interessante sobre assuntos sérios, como ele fez sobre a política americana".

Deu detalhes sobre seu novo trabalho, sobre o fluxo de migração à Ilha de Malta. "As pessoas lá não estavam acostumados a ver rostos de pele escura. É como um microcosmo do que está acontecendo na Europa."
Fonte:

No comments: