Wednesday, July 6, 2011

Brasil e EUA lançam Plano de Ação Conjunta contra Discriminação Racial



eunião inaugural do Grupo Diretor reune governos e ONGs
Brasília, 29 de outubro de 2008 – Os Estados Unidos e o Brasil lançarão seu Plano de Ação Conjunta Contra a Discriminação Étnico-Racial e Para a Promoção da Igualdade nos dias 30 e 31 de outubro em Brasília. Representantes dos dois governos e da sociedade civil participarão da reunião inaugural do Grupo Diretor.  
O Plano de Ação Bilateral, assinado em março de 2008 pela secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice, e pelo ministro da Igualdade Racial, Edson Santos, objetiva o contínuo aprofundamento da cooperação entre os dois países para a eliminação da discriminação racial e étnica e para a promoção da igualdade de oportunidades nos dois países, ambos democracias de natureza  multiétnica e multiracial.
Ambos os governos vêm adotando legislações e políticas para levar justiça e inclusão sociais a todos os membros da sociedade. Dentro do Plano de Ação Conjunta, os parceiros partilharão suas melhores práticas, recursos e informações para promover a igualdade de todos os grupos raciais e étnicos. O Grupo Diretor binacional foi criado para desenvolver areas específicas de cooperação e terá reuniões alternadas no Brasil e nos EUA.
O Grupo Diretor discutirá temas como educação, trabalho e emprego, proteção legal igualitária, acesso ao sistema judiciário, cultura e comunicação, saúde e esportes, entre outros.
Lançamento público e coletiva de imprensa
O lançamento público do Plano Conjunto Brasil-EUA acontecerá na sexta-feira, dia 31 de outubro, no Ministério das Relações Exteriores em Brasília (Auditório Wladimir Murtinho – 15h30). O ministro da Igualdade Racial do Brasil, Edson Santos, e o subsecretário de Estado dos EUA para o Hemisfério Ocidental, Thomas Shannon, falarão à imprensa durante coletiva. O credenciamento de imprensa será feito pela Assessoria de Comunicação Social do Minstério das Relações Exteriores, no telefone                (61) 3411-6160        .
Fonte:

No comments: