Saturday, June 18, 2011

Desafio: Tornar o DF um Território Alfabetizado

Nova Política Pública para a EJA
17/06/2011

Secretaria de Educação, movimentos populares e entidades civis discutem alfabetização

O secretário adjunto, professor Erasto Fortes, a primeira-dama, Ilza Queiroz, e representantes da Secretaria das Mulheres, Movimento de Educação de Base (MEB),  Polícia Civil, Secretaria de Comunicação do DF, Secretaria de Desenvolvimento da Educação Básica (SEDEB) e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Trabalho (SEDEST) estiveram reunidos, ontem (16), com o objetivo de discutir uma nova política pública de alfabetização:  DF Alfabetizado, Juntos por Uma Nova História. A proposta vincula, pela primeira vez, a alfabetização ao sistema de ensino público do DF.   “A territorialidade deve ser considerada, ou seja, a escola pública deve ser responsável pela alfabetização em sua área geográfica de abrangência”, afirmou Vânia Rego, chefe da Unidade de Administração Geral (UAG).

Luciano Matos, diretor de Educação de Jovens e Adultos, ressaltou que  "o objetivo é alfabetizar todo o DF e o processo está previsto para iniciar no segundo semestre deste ano".
 
A professora Maria Madalena, do Centro de Educação Paulo Freire de Ceilândia (Cepafre), disse que “é um sonho ver uma política pública em prol da alfabetização sendo delineada de forma participativa.”
 
O professor Erasto Mendonça solicitou, de acordo com a secretária de Educação, Regina Vinhaes,  que todas as providências para efetivar a política pública sejam imediatamente tomadas. A primeira-dama, Ilza Queiroz, colocou-se à disposição para o andamento da proposta e destacou que “pode haver investimento na saúde e em todas as áreas, mas se não houver na educação, as outras áreas não funcionarão bem".

Serviço

Diretoria de Educação de Jovens e Adultos
Luciano Matos de Souza
3901-3282

Fonte: http://www.se.df.gov.br/300/30001002.asp?ttCD_CHAVE=153636

























































































































No comments: