Monday, August 23, 2010

Quadrinhos na Livraria Cultura em Brasília-DF




Público alvo: fãs de quadrinhos, mangás, animes, games e RPGs; quadrinistas e
ilustradores.
Unidade de Execução: Livraria Cultura CasaPark Shopping Center


APRESENTAÇÃO

Os quadrinhos estão presentes no Brasil desde o final do século XIX, com os
trabalhos pioneiros de Angelo Agostini. A partir da década de 1970, a produção de
quadrinhos voltados para o público infanto-juvenil (a exemplo de Turma da Mônica,
histórias com personagens da Disney e Hanna-Barbera, além dos já tradicionais heróis
como Mandrake e Fantasma) conquista um amplo espaço e, desde então, as HQs
fizeram e fazem parte da alfabetização e da formação do gosto pela leitura de milhões
de jovens e crianças pelo país.
Além disso, nos últimos quarenta anos, além da ampliação, observa-se também
um amadurecimento do público leitor. Alguns dos jovens leitores tornam-se adultos
leitores, que passam a olhar para os quadrinhos com outros olhos e a demandar uma
experiência de leitura diferenciada. Este público demonstra-se mais crítico, procura por
obras mais refinadas e “artísticas”, e vai buscar, a princípio, nos grandes ícones dos
quadrinhos estrangeiros essa nova experiência. Assim, figuras como Will Eisner e Alan
Moore (para citar alguns exemplos óbvios) começam a ganhar popularidade. Com o
tempo, a produção nacional de quadrinhos também percebe esse amadurecimento e
diversos quadrinistas passam a escrever para o público adulto.
Atualmente, existem leitores de quadrinho das mais diversas faixas etárias e que
se interessam por uma ampla diversidade de estilos, o que desconstrói o mito dos
quadrinhos como “coisa para crianças”, ainda que esta idéia permaneça forte no
imaginário brasileiro.
Da mesma forma, ainda gozam de grande credibilidade na sociedade brasileira
ideias como: “quadrinho não é leitura que preste”, ou “com os quadrinhos, nada se
aprende”, e é isto que queremos ajudar a mudar.
O evento Quadrinhos na Cultura propõe-se a ser um espaço de valorização do
quadrinho como fonte de cultura e forma de arte. Uma oportunidade para reunir leitores
e autores, críticos e entusiastas, todos em um único espaço e promover o debate e a
interação entre estes personagens com o objetivo de incentivar a leitura e divulgar os
quadrinhos.
Nesta sua segunda edição, o evento está focado na valorização da produção
brasiliense dos quadrinhos, assim como na discussão da importância dos quadrinhos
para a educação infantil e a formação de leitores; e na relação entre os quadrinhos e
outras formas de entretenimento (em especial, games e desenhos animados).
JUSTIFICATIVA
Um rápido levantamento nas redes sociais atualmente mais populares (Orkut e
Facebook) pelo tema de quadrinhos e alguns temas relacionados (RPG, Anime/Mangá,
desenhos animados e games) apontaram a existência de mais de 25.000 membros em
comunidades relacionadas no DF, o que, já à primeira vista, demonstra a existência de
considerável público em potencial para eventos com esta temática.
Brasília possui uma produção de quadrinhos consideravelmente prolífica, com
um amplo número de artistas locais trabalhando incessantemente pelo crescimento da
cultura dos Quadrinhos. Num rápido levantamento pela internet, foram identificados
Página: 2/5
mais de vinte artistas locais ou colaborando para publicações locais (como SAMBA,
ZOO e Bongolê Bongoró). Por outro lado, o Distrito Federal é carente de eventos
voltados para este público e que promova a divulgação do trabalho destes artistas.
Visando atender a esse público e abrir espaço para tais artistas que será realizado
o Quadrinhos na Cultura.
OBJETIVOS
• Oferecer ao público do DF e aos artistas locais um espaço de integração,
debate e confraternização capaz de propiciar o surgimento e o
fortalecimento de parcerias, bem como a apresentação de novos trabalhos
e novos talentos.
• Incentivar a leitura e a produção de quadrinhos.
• Divulgar o trabalho dos artistas locais.
• Colocar em contato roteiristas e ilustradores para fomentar novas
parcerias.
• Contribuir para um maior reconhecimento dos quadrinhos como
ferramenta de aprendizado e formação de leitores.
• Avaliar a viabilidade de se investir mais em ações voltadas para este
público alvo.
METAS
• Público estimado nos 3 dias de evento: 300 pessoas.
• Artistas presentes no evento: 10.
• Mídia espontânea em veículos impressos: 2 inserções.
• Mídia espontânea em veículos virtuais (webcomics, blogs, sites e
portais): 10 inserções.
• Cobertura in loco por pelo menos um veículo de comunicação.
• Estabelecimento de 5 novas parcerias de longo prazo.
METODOLOGIA
Para promover os objetivos apresentados será desenvolvida, em parceria com
artistas e outros interessados locais, uma programação diversificada e de alta qualidade,
contando com atividades como: oficinas, bate-papos, palestras, sessão de cinema,
maratonas de contação de quadrinhos, encontro de talentos, sessão coletiva de
autógrafos, e playtests.
Página: 3/5
O alcance das metas propostas será buscado através do contato direto com os
veículos de comunicação e artistas locais para apresentação da proposta, além da
divulgação direta ao público alvo, majoritariamente por meio virtual.
PROGRAMAÇÃO TENTIVA
Sexta-feira, 03 de setembro de 2010.
10h00 – Loja abre com vendedores com vestimentas inspiradas em quadrinhos
(camiseta de super herói, com estampa de tirinha ou em estilo cartoon, etc).
10h00 – Loja abre com exposição temática (a definir).
LOCAL – Passarela do mezzanino.
10h00 – Loja abre com vitrine temática.
LOCAL – Vitrine da escada Rolante (“frente” da loja).
10h00 – Loja abre com quadrinhos e itens relacionados (CD, DVD e Livros) expostos.
LOCAL – Balcão e cubo próximos ao auditório (mezzanino).
19h30 às 21h00 – Palestra: "O simbolismo dos Super Heróis", com Guilherme dos Reis
(http://ficcaohq.blogspot.com).
LOCAL – Auditório.
PROPOSTA: Relacionar temas como a filosofia, mitologia, religiosidade e outros com
os super-heróis das histórias em quadrinhos, demonstrando toda a profundidade que
existe relacionada aos super-heróis mais populares.
21h00 às 21h30 – Lançamento do “Quadrinhos na Cultura” (todos os artistas
participantes do evento estarão convidados a participar desta atividade).
LOCAL – Mezzanino.
PROPOSTA: Criar coletivamente uma história em quadrinhos ao longo do evento.
Durante todo o fim de semana, um flipchart ficará à disposição dos artistas e do público
para que dêem continuidade à história que será lançada neste momento. No lançamento,
os artistas presentes serão convidados a criar, em conjunto, a “capa” da HQ coletiva.
Sábado, 04 de setembro de 2010.
10h00 – Loja abre com os vendedores fantasiados de personagens de quadrinhos.
14h00 às 15h30 – Maratona de contação de quadrinhos com vendedores fantasiados.
LOCAL – Setor Infantil.
PROPOSTA: Proporcionar às crianças um momento de interação lúdica com a leitura.
14h00 às 16h00 – Oficina de Desenho em Quadrinhos, com participante a definir.
LOCAL – Mezzanino.
PROPOSTA: Compartilhar com o público presente técnicas básicas da arte de ilustrar
quadrinhos.
16h00 às 17h00 – Bate papo: “A importância dos Quadrinhos para a educação”, com
participantes a definir.
Página: 4/5
LOCAL – Auditório.
PROPOSTA: Trazer profissionais da educação para discutir formas de aproveitar
melhor os quadrinhos no processo de alfabetização e estímulo à leitura.
16h30 às 17h30 – Encontro de Ilustradores e Roteiristas.
LOCAL – Mezzanino.
PROPOSTA: Promover o contato entre Ilustradores e Roteiristas (iniciantes ou não)
com o objetivo de incitar novas parcerias. Como forma de incitar o diálogo, serão
realizadas seis “rodadas de negócios” nas quais os participantes serão divididos em
duplas para que possam conversar um pouco sobre os seus trabalhos e trocar contatos.
Em seguida, o “networking” continua de forma livre.
17h30 às 18h30 – Palestra: “A linguagem dos quadrinhos”, com Delmo Arguelhes
(Doutor em História das Idéias, pela UnB).
LOCAL – Auditório.
PROPOSTA: Esta palestra foi dividida em três partes: 1) versa sobre o surgimento das
HQs e da posição das mesmas como obra de arte na cultura de massa contemporânea; 2)
trata dos elementos constitutivos dos quadrinhos (enquadramento, timing, gags,
onomatopéias, etc) e 3) os estilos de narração de dois mestres da arte: Will Eisner e Jean
Giraud Moebius.
18h00 às 20h00 – Sessão Coletiva de Autógrafos, com quadrinistas locais.
LOCAL – Mezzanino.
PROPOSTA: Convidar os quadrinistas locais que tenham material publicado para um
momento de confraternização com o público, venda de suas obras e distribuição de
autógrafos. Como é habitual em suas sessões de autógrafos, a Livraria Cultura oferecerá
um coquetel de água e vinho branco.
19h00 às 20h00 – Palestra: “Quadrinhos no Cinema”, com Henrique Rodrigues e
Erdman Correia da Silva (Livraria Cultura).
LOCAL – Auditório.
PROPOSTA: Trabalhar a relação entre os quadrinhos e outras formas de
arte/entretenimento e discutir a recente onda de adaptações de obras dos quadrinhos
para o cinema.
20h15 às 21h45 – Cine Quadrinhos: filme ou animação ainda a definir.
LOCAL – Auditório.
PROPOSTA: Demonstrar a influência dos quadrinhos sobre outras formas de
arte/entretenimento.
Domingo, 05 de setembro de 2010.
14h00 às 19h30 – Playtest de games inspirados em quadrinhos (realização a confirmar).
LOCAL – a confirmar.
PROPOSTA: Demonstrar a influência dos quadrinhos sobre outras formas de
arte/entretenimento.
14h30 às 15h30 – Oficina de Cubecraft, com participante a definir.
LOCAL – Mezzanino.
Página: 5/5
PROPOSTA: Proporcionar um momento de descontração e de contato de uma forma
diferente com os personagens de quadrinhos. Os Cubecrafts são bonecos de papel em
formato de CUBO, na maioria das vezes baseado em filmes, animes, quadrinhos,
celebridades, etc.
15h00 às 16h00 – Bate Papo “Ilustrado”, com participantes a definir (a intenção inicial é
convidar ilustradores que receberam prêmios por seu trabalho, e/ou quadrinistas locais
premiados).
LOCAL – Auditório.
PROPOSTA: Espaço para discussão entre os artistas e com o público sobre as
dificuldades enfrentadas, técnicas de ilustração, “causos” inusitados, e etc.
16h00 às 17h00 – Bate Papo: “Mulheres nos quadrinhos”, com participantes a definir.
LOCAL – Mezzanino.
PROPOSTA: Discutir o(s) perfil(is) feminino(s) desenvolvido(s) no universo dos
quadrinhos e a participação das mulheres na criação desse universo.
16h30 às 17h30 – Bate Papo: “HQ x WEBCOMIC: internet, heroína ou vilã?” com
participantes a definir.
LOCAL – Auditório.
PROPOSTA: Reunir quadrinistas dos meios impresso e virtual para discutir o impacto
da internet sobre a produção/divulgação dos quadrinhos.
17h30 às 19h30 – Encontro de fãs (realização a confirmar).
LOCAL – Mezzanino.
PROPOSTA: Oferecer aos fãs e colecionadores de quadrinhos um espaço para se
conhecerem e compartilharem experiências.
18h00 às 19h45 – Palestra: “Criação de roteiros para histórias em quadrinho”, com
participante a definir.
LOCAL – Auditório.
PROPOSTA: Compartilhar com o público algumas dicas, macetes e técnicas básicas
para a criação de roteiros para histórias em quadrinhos.

No comments: