Monday, August 23, 2010

Cinema, literatura e quadrinhos



Sabemos que a visão das crianças e adolescentes a respeito da ciência e do conhecimento científico é muito influenciada pela mídia em geral, e pelo cinema em particular (Silva, 2000; Wingart & Pansegrau, 2003; Barnett et al., 2006; Kamel & ., 2006) Frequentemente, tais imagens de ciência são deformadas, apresentando uma visão da ciência que dificulta sua compreensão e faz parecer, aos olhos do estudante, uma atividade excessivamente complexa ou mesmo ameaçadora. Por outro lado, essas formas de linguagem, que podemos considerar como diferentes “textos”, se bem utilizadas pelos professores, podem vir a ser um valioso instrumento de ensino, favorecendo tanto a disseminação de conceitos científicos como de uma visão mais realista da ciência (Silva, 2000; Salomão, 2008). Além disso, o uso da literatura, como assinala Salomão (2008) “mobiliza recursos que motivam os alunos e pode contribuir para uma aprendizagem significativa com alegria e prazer” e “permite recuperar dimensões da subjetividade e da experiência vivida, ajudando a atribuir sentidos aos conteúdos de ensino e a restaurar a complexidade dos fenômenos estudados” (p. 7). O mesmo, sem dúvida, pode ser dito em relação ao cinema e às histórias em quadrinhos. Amorim (2003) também assinala que “A indústria cultural - incluindo cinema, televisão, produtoras de audiovisuais diversos, jornais, editoras de revistas e de materiais didáticos - age sobre o ensino de ciências expandindo-o em multiplicidades (...), colocando- as em circulação para além das escolas, e compondo nosso repertório de possibilidades de entrar em contato com representações do ensino de Ciências e rememorá-lo. É possível, então, pensarmos que nos educamos sobre ciências em diferentes espaços e que muito do que aprendemos pretendem ter significações próximas.”

Na disciplina de Estágio Supervisionado no Ensino de Ciências, os alunos devem montar um projeto de ensino de ciências para o nível fundamental que use, como fio condutor, um desenho animado infantil do cinema comercial. A experiência, que já acontece há quatro anos, tem produzido idéias e atividades muito interessantes, que dividiremos aqui com os professores que nos visitam e que desejem utilizá-los.

Você pode conferir alguns desses trabalhos, através do link Aprendendo com Cinema.

O NECBIO também coordena o Biologia Animada, um projeto que é parte do projeto da UnB no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - PIBID. Neste projeto, quinze licenciandos em Biologia, entre bolsistas e voluntários e cinco professoras de escolas da rede pública do DF utilizam o cinema, a literatura e os quadrinhos em aulas de Biologia do Ensino Médio. O trabalho, que se iniciou em maio de 2009, pode ser conferido no blog do projeto, o Biologia Animada.

Fonte:
http://necbio.blogspot.com/p/cinema-literatura-e-quadrinhos.html

No comments: