Wednesday, August 25, 2010

Bem-vindos, calouros!



Estudantes que acabaram de passar no vestibular comentam o que imaginam para o futuro universitário. Resultado do vestibular saiu nesta quarta-feira.

Por Thais Antonio


Quarta-feira, 25 de agosto. Cinco da tarde. Centenas de calouros e veteranos aguardavam o esperado resultado do segundo vestibular de 2010, divulgado pela primeira vez no Teatro de Arena. Sob a chuva de ovos, tintas e farinha, uma série de sonhos, expectativas e ideias se constrói no imaginário dos mais novos estudantes da Universidade de Brasília. Além do alívio de garantir uma vaga na universidade, os aprovados contam um pouco do que pensam sobre a UnB.
Confira aqui a lista de aprovados.

Ao lado da mãe e do irmão mais novo, Lara Noyselle comemorava a vaga no curso de Gestão de Política Pública. “Agora eu faço parte da elite do ensino no país”, afirma. “Sei que vou encontrar muito estudo pela frente. Foi difícil para entrar, mas o desafio não para por aqui”. Jaqueline Moreira, mãe da caloura, aposta na caminhada da filha. “O futuro é mais promissor para quem estuda em uma universidade federal”, diz.
Luiz Filipe Barcelos/UnB Agência

Lara acredita que vestibular é só início de um novo desafio.
Dante Bresolin é professor da Odontologia na UnB. Após 40 anos de formado, decidiu prestar novo vestibular. Aos 65 anos, é calouro de Museologia. “Adoro museus. O estudante que se forma aqui tem reconhecimento nacional”, afirma. Nos próximos meses, Dante será aluno e professor da universidade, ao mesmo tempo. "Ainda não decidi se vou me aposentar".
Luiz Filipe Barcelos/UnB Agência

Dante comemora com a filha ingresso na UnB aos 65 anos


“UnB é liberdade”, declara a caloura de Ciências Ambientais Luísa Lemos. “Aqui posso ser uma estudante com direito de fala, posso me expressar”. Luísa considera a Universidade de Brasília um ambiente democrático tanto pela possibilidade de livre expressão, quanto pelo fato de ser uma instituição de ensino público. “Acho que ninguém deve pagar para estudar”.

PRIMEIRO LUGAR – O primeiro colocado deste vestibular é Nelson Isamo Totugui di Motta Trindade. O jovem de 20 anos passou para Medicina após estudar por dois anos e meio. Filho de ex-alunos da universidade, Nelson vê com orgulho a aprovação no vestibular. “Enxergo a UnB como uma instituição de qualidade, voltada para pesquisa e para ciência”, diz. “Aqui a preocupação maior não é só o mercado. É importante gerar conhecimento”.

Nelson estudou em escolas públicas do DF e acredita que o primeiro lugar é uma forma de desmistificar o papel destas instituições. “Isso mostra que não tem diferença e que existe muito preconceito em relação ao ensino público”.

A mãe do futuro médico, Marília Totugui, se enche de orgulho ao lembrar da universidade. Formada em Psicologia, ela fala da bagagem que o filho vai carregar daqui pra frente. “O Nelson vai levar uma bagagem de ética, de cidadania, de cuidar da visão do ser humano como um todo, de muito respeito e de muita sabedoria”, afirma. “A formação que a UnB oferece é voltada para o bem estar de todos. Ele vai ter uma visão global do mundo”.

DETALHES - Mais de 20 mil candidatos concorreram às 3.958 vagas em 92 cursos oferecidos pela UnB. Do total de vagas, 784 são reservadas ao Sistema de Cotas para Negros.

Medicina foi curso o mais concorrido. Foram 84,10 candidatos disputando uma vaga, no Sistema Universal. O segundo mais concorrido foi Direito Noturno, com 19,25 candidatos por vaga. Engenharia Civil esteve em terceiro lugar, com 17,75 e Direito Diurno em quarto. No Sistema de Cotas para Negros, Medicina e Direito ocuparam os dois primeiros lugares. Medicina com 45 inscritos por vaga e Direito Noturno com 11,08. Em terceiro estava Psicologia (10,90), seguido de Direito Diurno (10,33).

O registro dos novos alunos ocorrerá de 1º a 3 de setembro, nos Postos Avançados da Secretaria de Administração Acadêmica (SAA) de cada curso, das 8h30 às 11h e das 14h às 17h para os aprovados em cursos diurnos. O registro para aprovados em cursos noturnos ocorre das 14h às 20h.

É necessário apresentar cópia autenticada de histórico escolar, certificado de conclusão do Ensino Médio, CPF, identidade, título de eleitor, comprovante de votação das últimas eleições – para os maiores de 18 anos – e certificado de reservista ou de alistamento militar, para os homens. Os candidatos selecionados nos cursos que exigem Certificação de Habilidade Específica deverão apresentar, ainda, o Certificado da Habilitação Específica ao curso para o qual foi selecionado, dentro do período de validade, emitido pelo Cespe/UnB.

Fonte:
http://www.unb.br/noticias/unbagencia/unbagencia.php?id=379
0

No comments: